07/06/2019
Brasil deve deixar de exportar 240 mil carros para a Argentina em 2019
 

Diante da crise na Argentina, o Brasil deve deixar de exportar 240 mil veículos para o país em 2019, estima a associação das fabricantes, a Anfavea.

Os “hermanos” são os maiores clientes da indústria nacional, e o número representa 7,6% da previsão de produção para o ano, de 3,14 milhões de veículos, feita pela própria Anfavea, no início de 2019.

O mercado automotivo da Argentina tem apresentado queda considerável no número de emplacamentos. Em maio, de acordo com a associação das concessionárias local (Acara), foram vendidas 36.770 unidades. O número é menos da metade dos 83.200 exemplares no mesmo período do ano passado.

Rivalidades à parte com os brasileiros, o mau desempenho da economia do país vizinho também pode ser sentido aqui. Isso porque, segundo a Acara, 69% dos carros vendidos na Argentina são importados – grande parte tem o Brasil como origem.

Entre janeiro e maio, foram enviados 107 mil veículos para a Argentina, 54% menos do que as 233 mil unidades do mesmo período do ano passado.

Individualmente, poucas fabricantes comentam a queda nas exportações.

Fonte: G1/ Foto: Inês Campelo/Jeep/Divulgação
 
 
VEJA TAMBÉM
24/06/2019 - Jovem é morta com golpes de machado na cabela em Chapecó
24/06/2019 - STF deve adiar para o segundo semestre julgamento de liberdade de Lula
24/06/2019 - Na 17ª queda seguida, mercado reduz para 0,87% previsão de alta do PIB de 2019
24/06/2019 - Feriado de Corpus Christi termina com 11 mortes nas rodovias de SC
21/06/2019 - Cartório Eleitoral faz atendimento no feriado e cerca de 350 pessoas comparecem para regularizar a s
21/06/2019 - Serra catarinense registra mínima negativa e geada nesta sexta-feira
PEÇA SUA MÚSICA
  COMO ANUNCIAR
  TOP 10 MOMENTO
  ANIVERSARIANTES
  FÃ DA MOMENTO
  MURAL DE RECADOS
  PROMOÇÕES
  CLASSIFICADOS
  MENSAGEM DO DIA
  NOTÍCIAS
  GALERIA DE FOTOS
  AGENDA DE EVENTOS
 
© - Ideia Good - Soluções para Internet