07/06/2019
Brasil deve deixar de exportar 240 mil carros para a Argentina em 2019
 

Diante da crise na Argentina, o Brasil deve deixar de exportar 240 mil veículos para o país em 2019, estima a associação das fabricantes, a Anfavea.

Os “hermanos” são os maiores clientes da indústria nacional, e o número representa 7,6% da previsão de produção para o ano, de 3,14 milhões de veículos, feita pela própria Anfavea, no início de 2019.

O mercado automotivo da Argentina tem apresentado queda considerável no número de emplacamentos. Em maio, de acordo com a associação das concessionárias local (Acara), foram vendidas 36.770 unidades. O número é menos da metade dos 83.200 exemplares no mesmo período do ano passado.

Rivalidades à parte com os brasileiros, o mau desempenho da economia do país vizinho também pode ser sentido aqui. Isso porque, segundo a Acara, 69% dos carros vendidos na Argentina são importados – grande parte tem o Brasil como origem.

Entre janeiro e maio, foram enviados 107 mil veículos para a Argentina, 54% menos do que as 233 mil unidades do mesmo período do ano passado.

Individualmente, poucas fabricantes comentam a queda nas exportações.

Fonte: G1/ Foto: Inês Campelo/Jeep/Divulgação
 
 
VEJA TAMBÉM
19/09/2019 - Com golaço no fim, Athletico-PR bate o Inter e ganha a Copa do Brasil pela primeira vez
19/09/2019 - AMAI e Cis-Amosc reivindicam recursos para saúde ao Governo do Estado
19/09/2019 - Câmara aprova projeto que estabelece novas regras para partidos e eleições
19/09/2019 - Petrobras eleva preço da gasolina em 3,5% e do diesel em 4,2%
18/09/2019 - Inter x Athletico
18/09/2019 - Bolsonaro sanciona mudança na Lei Maria da Penha
PEÇA SUA MÚSICA
  COMO ANUNCIAR
  TOP 10 MOMENTO
  ANIVERSARIANTES
  FÃ DA MOMENTO
  MURAL DE RECADOS
  PROMOÇÕES
  CLASSIFICADOS
  MENSAGEM DO DIA
  NOTÍCIAS
  GALERIA DE FOTOS
  AGENDA DE EVENTOS
 
© - Ideia Good - Soluções para Internet