05/07/2018
20 bombas drenam 10 mil litros de água por hora de caverna na Tailândia onde garotos estão presos
 


s equipes de resgate estão avaliando, nesta quinta-feira (5), a queda dos níveis de água na caverna na Tailândia, onde 12 meninos e seu técnico de futebol estão presos desde o dia 23 de junho, o que poderia antecipar o resgate.

Cerca de 20 bombas de extração funcionam sem intervalo e drenam aproximadamente 10 mil litros por hora, o que se traduz em uma diminuição de aproximadamente um centímetro do nível da água. Desde o início das operações, o nível de água já caiu cerca de 40%, segundo a estimativa do governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osotthanakorn.

Alguns trechos terão que ser percorridos pelo grupo debaixo d'água e por este motivo os socorristas estão treinando os jovens para que aprendam a mergulhar. O objetivo das equipes de resgate é reduzir o nível da água de forma suficiente para que as crianças não precisem mergulhar ou que tenham que fazer isso por pouco tempo.

Medo da chuva
As autoridades estudam com cuidado as projeções meteorológicas com medo de uma nova tempestade, que pode chegar à região na sexta-feira pela manhã.

"Nossa maior preocupação é a meteorologia. Estamos em uma corrida contra o tempo, agora estamos em uma corrida contra a água", declarou Narongsak Osotthakorn.
Se começar a chover, parte do trabalho realizado pelas equipes de resgate para drenar as passagens seria perdido e a caverna poderia voltar a ser inundada. Porém, ainda com um novo aumento no nível da água, as equipes de resgate poderiam alcançar os adolescentes.

"Não podemos confirmar quando isso [o resgate] acontecerá. Mas vamos nos assegurar que os meninos estejam 100% seguros" durante a missão, disse Narongsak Osotthanakorn, governador da província de Chiang Rai, onde está localizada a caverna.

O governador observou que um mergulhador experiente precisa de 11 horas para ir e voltar do local onde estão as crianças: seis horas na ida e cinco horas na volta, aproveitando a corrente, de acordo com a France Presse.


A missão aconteceria de maneira gradual, tirando primeiro os meninos em melhores condições físicas e psicológicas.

Localização
Mais de 1.300 pessoas participaram das operações de busca. Após nove dias de intenso trabalho, o grupo - composto por 12 meninos, entre 11 e 16 anos, e um adulto, de 25, foi localizado por dois mergulhadors britânicos na noite de segunda-feira (2), em uma ilha de terra firme a cerca de 4 km da entrada da caverna.

Eles receberam suplementos energéticos e vitaminas antes de receberem uma refeição com carne de porco, arroz doce e leite. Apesar de visivelmente magros, estão em bom estado de saúde. Alguns meninos tiveram arranhões e erupções cutâneas.

Os meninos têm recebido ajuda de militares, entre eles um médico e um psicólogo.

Fonte: G1/ Foto: Foto: Tham Luang Rescue Operation Center/AP
 
 
VEJA TAMBÉM
20/11/2018 - Governo publica edital com vagas para o Mais Médicos
20/11/2018 - Agências de Desenvolvimento Regional serão definitivamente extintas em 2019
14/11/2018 - PRF reforça fiscalização nas estradas de SC até o próximo domingo
14/11/2018 - Alesc se encaminha para retomada da disputa da presidência pelo voto
14/11/2018 - Enem 2018 terá gabarito oficial divulgado nesta quarta (14)
12/11/2018 - Previsão do Tempo
PEÇA SUA MÚSICA
  COMO ANUNCIAR
  TOP 10 MOMENTO
  ANIVERSARIANTES
  FÃ DA MOMENTO
  MURAL DE RECADOS
  PROMOÇÕES
  CLASSIFICADOS
  MENSAGEM DO DIA
  NOTÍCIAS
  GALERIA DE FOTOS
  AGENDA DE EVENTOS
 
© - Ideia Good - Soluções para Internet